quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Criança Caída e Perdida
Enquanto as horas passam
Enquanto o mundo se colore ao seu redor
Velhos poemas se amassam
Da poesia que ela sabe de cor
Tentou um vôo alto
Bem alem da sua imaginação
Ficou ali caída no asfalto
Esperando alguém que pudesse
Acolher o seu coração
E em sua viagem ilusória de amor
Cortando o céu de norte a sul
Ficou ali perdida a borboleta de um jardim
Que tinha suas asas pintadas de azul
Foi-se uma alma pura de paz
Foi-se seu sonho amarelo de verão
Ficando apenas o jardineiro insano e inquieto
Apenas para lhe estender a mão.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

42 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido

Um poema como sempre escrito por dentro do peito...adorei e deixo o meu beijinho com carinho.

Sonhadora

Cidinha disse...

Olá meu amigo. Pura sensibilidade.... belos versos que nos enche de emoção! Bjos e bjos com todo carinho pra vc. Obrigada sempre!

Desnuda disse...

Boa noite querido Poeta!

Um belíssimo poema repleto de sensibilidade.

Beijos com carinho, Everson

LUZ disse...

Olá Everson,

Que poeminha leve, subtil e que nos deixa os olhos azuis.
A borboleta ficou nas carinhosas mãos do jardineiro e no meu coração ficaram seus versos.

Beijos de luz.

Rô... disse...

oi meu amigo querido,

muitas são as vezes que caimos,
e é tão bom quando olhamos ao redor e encontramos uma mão amiga,
para nos ajudar a levantar...
lindo!!!

beijinhos

Sônia Amorim disse...

AS VEZES ME SINTO COMO ESSA BORBOLETA, TENTANDO LEVANTAR VOOS TÃO ALTO QUE MAL CONSIGO SAIR DO CHÃO, LINDO POEMA, BEIJOS E BOM DIA

Assis Freitas disse...

jardineira inspira flor,


abraço

Márcia disse...

Carinho de Poema meu Poeta!!!!
Que lindo...


Lindo dia pra vc...cheinho de ternura e muita Paz....abraços, beijos!!!!

Ivana disse...

E sempre tem uma mão amiga para nos levantar, ainda existem pessoas muito boas. Um abraço, e um dia maravilhoso pra você.

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!!

Que bela inspiração meu amigo!!!!Ainda bem que sempre aparece alguém para estender a mão...trazem assim um pouco de alento ao coração!
Beijos pra ti!!!!
*Linda imagem!

LUZ disse...

Bom dia, de novo, Everson,

Agradeço seus comentários diários e o seu carinho.

Beijos de luz.

lita duarte disse...

Bom dia, amigo.

Bjos.

Eric Maffer disse...

Mais uma mão estendida buscando apoio...

AC disse...

Everson,
O jardineiro sabe da efemeridade das coisas...

Abraço

Bandys disse...

Oii,
Mais um belo poema.

Eu não esqueci não. Mas de qualquer forma thanks.

Hoje é quinta se esqueceu??
Dia de C----A.
kkkkk.

Tem dias que to palhaça.
Liga não.

Beijos no core.

Tais ♥ disse...

Para vc tb Poeta...
Bjos.
decorehouse

Bandys disse...

Palhaça e louca
kkkkkkkkkkkkkk

Então é dia de Renato.

Beijos

Simone butterfly disse...

amei! aproveitar e desejar uma linda quarta-feira cheias de alegrias, beijos carinhosos

Olhos de mel disse...

Um doce e sensível poema! Lindo, nostálgico, intenso...
Beijos

Pena disse...

Admirável Poeta Amigo:
Será sempre o eterno poeta do amor e das suas musas inspiradoras.
Mais uma "explosão" poética genial e sublime.
Prima pela beleza e pureza nos seus poemas fabulosos e perfeitos.
Parabéns sinceros. Elas adorarão.
Aliás, todas as pessoas gostam do seu fantástico e mágico versejar.
Abraço amigo de respeito e sempre a admirá-lo.
Agradecido pela simpatia no meu blogue.

pena

Adorei.

Machado de Carlos disse...

Os poemas dizem muito, principalmente da palavras que vão e vêm de coração para coração!

Anne Lieri disse...

Everson,poesia muito comovente e linda demais!Adoro as canções que escolhe tb!Bjs e meu carinho!

... "re" ... disse...

Pois é...

Pobre Borboleta azul, caída ao chão está ferida, perdida está pois seu mundo cobriu-se de trevas.

Agora chora sózinha, sente remorso da vida que leva, pois foste vitima de sua própria desatenção.

O jardineiro bem que tentou ajudá-la com tuas delicadas mãos, mas a borboleta azul não tem mais força para esvoaçar. Não lhe apetece...

Suas asas estão machucadas, sua alma ferida e seu oração em frangalho...

Poem della caramella. . Giardiniere della caramella della vita.

Grazie Noble Poet... Con tutto l'mio affetto voi lascio un bacio...

... "re" ... disse...

Este tu não aceita

Foste bom que tu publicaste aqui, gostei. Uma beleza desta merece mts coments e tem que ser lida por muitos.

Estou numa angustia danada, dia ruim hoje, muito ruim mesmo. Vontade de explodir, sumir desta vida de merda.

Preciso fazer uma lavagenm cerebral pra esquecer tudo que deixa-me assim.
bj

RECANTO DOS AUTORES disse...

Everson,acabei de postar sua entrevista se quiser dar uma olhada!Bjs e muito obrigada!

LUZ disse...

NÃO PUBLICAR, EVERSON, POR FAVOR:

Ando há que tempos, para lhe perguntar, se esta foto sua, que colocou, ultimamente, nos paineis dos blogs corresponde a uma situação de doença da sua parte.
Me explique, se quiser, naturalmente, e por favor.

Beijos de luz.

Tunin disse...

Emocionalmente correto. Sempre há uma mão amiga estendida para nós. Belo! Abração.

MARILENE disse...

Que sempre haja mãos estendidas! As quedas machucam e impedem voos, limitam a vida, mas esta não deixa de existir, facilmente.

bjs.

Bandys disse...

kkkkkkkkkkkkkk

Só vc mesmo pra fazer eu rir.

melzesuiscristim dai juizo pra esse garoto.
beijos

até quinta então;

Vera Lúcia disse...

Olá poeta,
Sempre existe alguém disposto a acolher o nosso coração e a nos estender a mão.
Lindo, como sempre!
Bjs.

ONG ALERTA disse...

Como sempre palavras maravilhosas, beijo Lisette.

Hana disse...

Uma explosão de poesia, sensibilidade, e criação, quando eu crescer quero ser poeta, pois os poetas tem alma de anjos!!!
Com carinho
Hana

Rute disse...

Beijos , meu querido, ótima noite de quarta-feira a vc.

*Isis* disse...

Um poema interessante!
Bonito amigo.Agradeço a visita.

C@urosa disse...

Mágica imagem meu amigo poeta, que nos faz crianças... no encantamento que a borboleta nos traz.

forte abraço

c@urosa

Flor de Jasmim disse...

Palavras do coração.
Adorei.
Beijo e uma flor

Carla Fernanda disse...

LIndo Everson!

Beijos!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Eis que mais uma vez, aqui passo para apreciar mais um dos teus belos poemas.

Abraços e boa noite pra ti.

Furtado.

Sueli disse...

Pelo menos, ela teve a mão do jardineiro estendida para ela. Talvez tenha sido o prêmio por ter enfeitado seu jardim... Abração!

Flor de Lótus disse...

Oi,Everson!Sabe eu digo sempre Deus é providencial quando e de onde menos esperamos vem uma mão para nos socorrer.
Beijosss

M@ria & M@ria disse...

Quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.

Cora Coralina

Beijos e o meu carinho...M@ria

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer meu Príncipe das letras...
Só posso deixar meu apreço por tudoque escreves...por vir sempre do coração de um poeta...
bjs

 
Web Analytics