sábado, 25 de agosto de 2012

A Menina do Final da Rua
Todos os dias ela caminhava sozinha e serena
Carregando nas mãos um livro e uma flor
Saia pela manhã quando o sol nascia
E voltava com a lua trazendo o amor,
Trazia nos olhos a esperança e a paz
De ganhar um jardim de estrelas
E que um dia fosse capaz
De encontrar o amor pelo caminho
Alguém que nem ela
Que andasse sempre sozinho,
Cercada de luz e poesia ao seu redor
Trazia no peito a vontade de um mundo melhor
De um dia esbarrar em alguma poesia
Que possa aquecê-la na madrugada fria,
A cada passo que ela dava
Cometas e planetas no universo bailavam
Trazendo alegria aos que ao lado dela caminhavam
Era perfeita em silhueta e harmonia
Aquela menina que eu via dia após dia,
Trazendo a sedução de uma tela de uma alma nua
A menina que mora no final da rua.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

22 comentários:

Ana Cecilia Romeu disse...

Everson,
tudo bem?
Interessante essa personagem que suscita tanto e é poesia pura.
Beijos e ótimo sábado!

LUZ disse...

Oi querido Everson,

Há sempre anjos bons, mesmo no final da rua.

Bom fim de semana.
Beijos da Luz.

Daniel Costa disse...

Everson

Quando a menina do fim da rua atrai nossos olhares, os olhos são como vagalumes, que nela faiscam, nas noites sem luares.
Abraços de fraterna amizade

edumanes disse...

Foi tanta a inspiração
Trazendo a mais linda poesia
Perfeita alegria ao coração
A menina do final da rua seduzia!

Bom fim de semana, sempre junto a poesia.
Um abraço
Eduardo.

✿ chica disse...

Linda poesia para essa menina que mora ali no final da rua. Lindo e feliz fds! Até segunda!abração,chica

Rita disse...

Olá bom dia!!!
Nesse sábado vim desejar a vc um
bom final de semana, elogiar seu post
que é sempre o melhor, dizer que ter sua
amizade é muito importante, pois amigos
deixa sempre uma palavra que agrada nosso
dia.
Uma postagem de dar água na boca
Abraços
Rita!!!!

Amanhã tem um belo almoço já estou convidando rsrssr

Carla Fernanda disse...

Bom dia Everso!Hj parece que cheguei primeiro aqui para apreciar a tua Menina do Fim da Rua.

Beijos e bom fim de semana!!

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

Essa menina é pura poesia...

Tenha um lindo sábado repleto de amor.

Beijos.

Anne Lieri disse...

Poeta,como ficou bonita essa menina do fim da rua!Encantadores versos!bjs e bom final de semana!

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Uma menina que atrai, que encanta, pois é a poesia! Sempre lindo teus poemas! Um sábado de luz pra ti! Beijo.
Ivany

Centelha Luminosa disse...

Bom dia poeta lindo !

Que belo poema que nos fala no sonhar da espera do amor, que nos movem o caminhar desde a manhã ao final do dia. Serenamente a esperar por ele, sem cansar.
Somos educados para duvidar de muitas coisas, inclusive dos sonhos.Somos treinados para acreditar só no que já está materializado ou que existem muitas possibilidades de se realizar. e com isso, vamos perdendo a capacidade de sonhar, mesmo sem garantias de uma possível realização do sonho de amor.

Só você mesmo, Everson, pra escrever uma poesia assim, tão linda!
Excelente final de semana!

Beijos da Lu...

Assis Freitas disse...

simbolismos mil dessa manina

a
braço

Mariangela disse...

A linda menina do final da rua, que conquista o coração de quem por ela se encanta!
Linda poesia!
Um ótimo final de semana!
Beijo
Mariangela

silvioafonso disse...

.


Pô!
Te convidei para o Bar
do Escritor, você foi,
comentou o texto do co-
lega e nem me viu, né?
Tudo bem. Você não tem
culpa se eu gosto mais
de você do que você de
mim...

Um abração,

silvioafonso





.

Vera Lúcia disse...


Delicioso poema, Everson.
Muito bonito.

Um lindo sábado para você.

Beijo.

Pedro Luis López Pérez disse...

¡¡¡Que dulzura de Menina!!!
Preciosa Poesía, llena de Sentimiento con una protagonista al final de la rua que traía siempre un Libro y una Flor.
Un abrazo.

Suelen Muniz disse...

Oi Everson,poesia boa de se ler,cheia de leveza e doçura.
Um ótimo domingo,abraço,=)

Bandys disse...

Oi tio,
Cheguei! Vim embora antes.
Bela poesia a sua.

Um beijo e manhã começa tudo de novo...

Ivana disse...

Nossa, Everson que coisa mais linda esse poema, que olhar bonito sobre essa menina do final da rua, um grande abraço, um domingo ensolarado e um céu bem azulzinho, rsss
Bjs

Cristina disse...

Al final del camino solo existe poesía, una maravilla!
Te dejo un fuerte abrazo, bonita noche!

MARILENE disse...

Suas palavras traçaram um quadro belíssimo, uma olhar cheio de sensibilidade. Bjs.

Elisa T. Campos disse...

Lindo Everson

No final da rua sempre tem algo a nos inspirar

Boa tarde
Bjs.

 
Web Analytics