sexta-feira, 10 de agosto de 2012

O Grito
O grito do poeta
Tem a dor dos versos
As lágrimas da chuva
A visão opaca da janela embaçada
O desespero da folha de outono
Sem rumo sem prumo
Tem o som insuportável do silencio das estrelas
Tem a dor de um jardim devastado de amor
O grito do poeta
Tem a dimensão do infinito
Ecoa na lua
Transcende o sol
Invade a sua rua
E acende um farol
É a tristeza da solidão
É o calibre que fere o coração
É espinho de rosa
Onda revolta do mar
Seja em verso ou em prosa
O poeta não aprendeu a amar
Com seu violão mergulhado no rio
Ele sente saudades de tudo
Ele sente fome do seu corpo
Ele morre de frio.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

28 comentários:

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

O grito e o próprio poeta podem ser tudo e alcançarem tudo o que quiserem, basta escrever.

Boa 6ªfeira, que anuncia fim de semana.
Beijos da Luz.

✿ chica disse...

Ele sofre... Linda inspiração! abração,lindo dia!chica

edumanes disse...

Por detrás do vidro embaciado
Havia uma mancha escura
O poeta nos versos inspirado
Vivia momentos de loucura!

Lindo poema, fala de frio
De amor, jardim e solidão
De lágrimas, chuva e rio
Porque o poeta escreve com inspiração!

Boa sexta-feira para você, meu amigo, sempre junta a poesia.
Abraço fraterno
Eduardo.

Rô... disse...

oi meu querido,

a saudades esfria o nosso corpo,
parece que estamos descobertos numa noite de inverno...
lindo poema!!!

beijinhos

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

É um pedido de socorro...

Muitas bênçãos.

Tenha uma linda sexta-feira de amor e paz.

Beijos.

Aleatoriamente disse...

Bom dia poeta.
Falar de tua poesia é precisar ser poeta.Porque não há palavras que traduza a poética das tuas palavras, se não for com poesia.

Bjão everson, está lindo o teu poema.

Vivian Fernandes de Goes disse...

Bom dia,Everson!

Ah!Meu amigo...mesmo o tristeza inspira o poeta e o ajuda a "exorcizar"a dor.Tudo vai se renovando aos poucos.Um tempo difícil,também nos ajuda a crescer,a mudar!Vai passar.Te desejo muitas alegrias!Beijos!!!!
Deus te abençoe.

Mariangela disse...

Que esse grito de poeta espante as tristezas
e que a felicidade venha e aqueça seu coração.
Um lindo dia e fique com Deus amigo!
Beijo
Mariangela

AC disse...

Everson,
É esse grito que faz com que brote a poesia.

Abraço

Daniel Costa disse...

O poeta quando ama jamais morrerá. A vida amorosa, na sua poesia se projectará.
Abraços fraternos

Catia Bosso disse...

O poeta não morre, ele vira lenda!!!!



bjs meus

Secreta disse...

No grito do poeta, habitam todos os sentimentos do mundo.
Beijito.

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, os gritos de um poeta são sempre muito sensíveis e criativos, nos deixam sempre em reflexão! Parabéns! Abraços e ótimo finde!

Ailime disse...

Olá Everon,
Maravilhosos os seus versos, o seu grito de alma.
Um grito que só ecoa do coração de quem ama verdadeiramente.
Um beijinho grande com o meu carinho,
Ailime

Anne Lieri disse...

Everson,no grito do poeta toda a emoção da poesia!Triste,mas muito lindo!Bjs e bom final de semana!

Vera Lúcia disse...

Olá querido poeta,

Que poema intenso!
Grito doloroso, mas lindamente retratado nos versos.

Beijo.

Álvaro Lins disse...

Gostava de ser eu a escrever esse poema. No entanto, o grito do poeta é o grito da Liberdade!
Abraço amigo

Bandys disse...

Inspiradíssimo em Tio poeta,
o grito do poeta é o silencio, além de tudo que você disse.
Esse final é sol, praia, mar, Cristo, e muito barulho.
Um beijo e um tarde de sexta florida sem frio e com muito amor.

MARILENE disse...

Feliz do poeta que pode gritar em palavras. Pode transformar solidão em beleza. Pode encantar com sua própria tristeza. Bjs.

Cristina disse...

!Cuantos sentimientos plasmados en estas letras mi querido Everson, cuanta fuerza!
Bellísimo, te dejo un fuerte abrazo, buen fin de semana!

PRECIOSA disse...

Amigo, meus versos hoje não tem rima
Meus poemas estão borrados pelas lágrimas
Nem sei se continuo com a inspiração da escrita
Meu mundo virou breu
Meu companheiro foi viver em outra morada
Dia 5 de agosto as 11horas
Minha alma esta em cacos..
Postei várias poemas em forma de oração, na esperança da melhora desse meu companheiro, amigo a 49 anos dividindo alegras e tristezas, essa eu tenho que suportar só
Obrigada pelas vezes que deixavas em meu blog palavras amigas,,,
Preciosa Maria

Ivana disse...

Ai morre, não! rsss
O amor faz tanta coisa boa e também às vezes tristes...passa, tudo passa!!! Bjs uma noite de sexta maravilhosa para você

Mary disse...

Oi querido!
O que seria do poeta sem o amor! ou seria o contrário?

Lindo poemas...
bjos e um ótimo fim de semana.

You and Me disse...

O grito do poeta tem brilho, tem vida , tem amor... Você é assim amigo.
Beijos e um ótimo final de semana...
Amigo poeta ^^

Mariz disse...

O grito do poeta é o sentimento, a emoção trabalhado em belos versos de amor.

bjos e ótimo fds com muita poesia!

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MEU PRÍNCIPE DAS LETRAS !!!!
O POETA É UM DESAFIADOR...DESAFIA NO AMOR E NO DESAMOR...E AINDA TEM O DOM DE DEIXAR TUDO LINDO NO SEU POETAR...
BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Elisa T. Campos disse...

Embaçado do inverno, mas iluminado de um lindo poema
bjs

Anônimo disse...

Perfeito poeta muito lindo!!
Abraço de luz e amor!

Lua de Morais

 
Web Analytics