terça-feira, 21 de agosto de 2012

É Uma Pena Eu Não Poder Ficar
A madrugada se fez poesia
Amor numa silhueta fria
Entre poemas dilemas
Como histórias de cinema
Em teu braço e no teu abraço adormeci
E quando acordei a noite já não estava aqui
Lua menina porque foste tão rápido assim
Sol que nasce na montanha e aquece a alma e mim
Delicadamente eu desencaixei dos teus encantos
Levantei e me vesti
Roubei do jardim uma rosa com o teu nome
Coloquei bem perto dos teus lábios
Num travesseiro perfumado pelo teu sorriso
Levantei pela ultima vez o lençol
Pra poder olhar nos meus últimos segundos
Toda a tua complexa geografia
Pele morena e longos cabelos negros
Curvas que rimavam com os teus seios
Um rosto angelical que acalmava os meus anseios
Alisei a tua pele por inteiro com lágrimas no olhar
Beijei suavemente a tua boca
Como a areia da praia que se entrega as caricias do mar
É uma pena eu não poder ficar
Levarei a mais doce saudade
Deixarei o meu mais breve sorriso
O mundo é composto de maldade
Mas é só do teu amor que eu preciso.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

30 comentários:

Daniela Araujo disse...

Perfeito, toca a alma.

Cissa Romeu disse...

Everson,
a madrugada como uma fiel parceira na testemunha do amor.

Beijos e ótima terça-feira!

Daniel Costa disse...

Everson

Um poema, vejo e leio sempre, como uma proposta literária, de que se pode gostar mais ou menos. É direito de quem lê.
Quando se gosta muito, como é o caso,
se deve dizer alguma coisa, como vou dizer: amei!...
Abraços fraternos

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

Tudo o que é, sublimemente, bom, termina depressa.
Que bela entrega! Depois, adorei os pormenores, que você descreve.
Mas, são assim, as coisas supremas: O AMOR DE CORPO E ALMA.

Beijos afetuosos da Luz.

Rô... disse...

oi meu amigo,

lindo demais,
mas com o coração tão cheio de sentimentos...
eu ficaria por muito mais tempo...

beijinhos

Bípede Falante disse...

melancólico como são os amores em algumas noites mais longas.
bonito :)

beijos

✿ chica disse...

Linda poesia!!O amor é maravilhoso...abração,lindo dia!chica

Arnoldo Pimentel disse...

Um belo poema de amor.Parabéns amigo.

Mary disse...

Oi Everson!

Triste quando um tem que partir.

Bjs querido.

Pedro Luis López Pérez disse...

La Madrugada que inspira este bello Poema de Amor.
Una Preciosidad.
Un abrazo.

Mariangela disse...

Mais um belo poema de amor vindo de você poeta da madrugada!
Abraços e parabéns!
Mariangela

Bandys disse...

Evertom, (to implicante hoje)rsrs

è de uma beleza misturado com leveza e jorra nobreza. Mas se não pode ficar é muita tristeza.
Amigo, que o dia hoje seja de acalentos e afagos na tua alma.
Um beijo enorme e muitas flores roubadas.

Bandys disse...

Ahh Não é DYLLYS!!!

Ta bom eu não implico mais afinal vc me deu um gamba de pelúcia e eu adorei, embora tu tenha dito que eu não falei nada! Mas eu dei uma macaquinha fofa também.
Minhas flores são cor de rosa, a cor da Fifi, (hahahaha) e claro a cor do amor.
Se vc não falasse a língua dos homens não teria flores roubadas.
Baccios(em homenagem a PYllYs)

Vera Lúcia disse...


Olá amigo poeta,

O não poder ficar traz nostalgia e desalento.
Lindo, leve e romântico.

Caiu um helicóptero em sua região ontem. O aeroporto daí fica distante de sua casa?

Ótimo dia.

Beijo.

edumanes disse...

Foi pena não poder ficar
Acordado e não a dormir
Para poder saborear
Café quente para bem se sentir!

Café esta a arrefecer
Esperando quando voltar
Ao lado adormecer
Com lençol branco se tapar!

Boa terça-feira para você,
meu amigo Everson,
abraço fraterno
Eduardo.

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema de amor e sensualidade.

beij

... "gigi"... disse...

Ah então foi por isto que minha cama amanheceste molhada e cheia de areia? Foste tu eh? rsrsrs

Aí ai... brincadeirinha Poetinha... Não fosse aquela xícara, diria que conheço a moça. rsrs

Um beijo A La Cazuza em homenagem a Dillys... rsrsrs

Kellen Bittencourt disse...

Olá Amigo, doce despedida nao é facil despedirmos de um amor, porém a lembrança de uma noite intensa levamos sempre conosco!! Abraçoss

deisinha disse...

Que lindo ler esse poema.Cheio de sensualidade e declarações para a pessoa amada!Adorei...Bjks

Anne Lieri disse...

Poeta,que maravilhosa ficou essa poesia!Triste demais quando precisamos partir!bjs e boa tarde!

ZilMar disse...

oi Poeta...

lindo demais esse poema...me encanta ler seus versos...

parabéns...cada dia mais inspirado!

meu carinho...

Zil

Mar... disse...

Todos precisamos apenas de amor...pois o amor é capaz de suprir qualquer outro sentimento...
Guarde seu melhor sorriso...para quando voltar e o seu amor encontrar...
Lindo de viver meu Renato Russo...
Amei...
Uma noite cheia de amor e carinho para ti...
Adoro vc meu amigo tão...mas tão especial...
Bjs carinhosos...

Rute disse...

Ótima terça-feira vc. Beijos meu amigo!!!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

Por vezes queremos e não podemos, o amor é complicado...Lindo sempre ler-te.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Lilá(s) disse...

É sem duvida uma pena mas, pelo menos motivou uma poesia encantadora e romântica!
Bjs

Caroline Godtbil disse...

Que doce saudade...
Beijo.

Cristina disse...

A veces las palabras sobran y quedan los mejores recuerdos de momentos únicos e inolvidables.
Maravillosa poesía, un placer leerte.
Abrazos, poesías y flores!

MARILENE disse...

Chora o coração pela forçada despedida, permitindo que se carregue, tão somente, a saudade. Bjs.

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu príncipe das letras !!!!!!
O amor tem o poder de transformarmos em um sentimentalista,assim é a poesia...nos faz viajar muito...
bjssssssssssssssss

Elisa T. Campos disse...

Sempre um poema sensual e perfeito

bjs

 
Web Analytics