quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Meu Triste Anjo
Caiu do infinito
Perdeu a leveza do vento
De longe ouvi seu grito
Sem paz e em tormento
Asa quebrada
Onde estará seu amor
Porque nessa jornada
Só terá tristeza e dor.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Adquira no email: evr.russo@uol.com.br

49 comentários:

Luna Sanchez disse...

Desamparado...que pecado!

^.^

Um beijo.

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom alvorecer meu príncipe das letras!
Muito bom vim aqui trazer minha presença e levar um pouco das tuas poesias...
bjsssssssssssss

LUZ disse...

Bom dia Everson,

Como nossa alma fica nua sem nosso amor!

Beijos de luz.

cidinha disse...

Bom dia amigo! Obrigada pelo carinho. Desejo um lindo dia pra vc e todo meu carinho! Me alegra sempre passar por aqui. Renato e seus belos poemas. Maravilha Everson! Quantas vezes caimos e ficamos sem paz e tomento, com as asas quebradas pela dor, tristeza. Màs diz o senhor: Ergate e Eu te ajudarei. E começamos seguindo outra vez! Bjos e bjos querido... Paz e poesia sempre!

Neto disse...

Acontece...

Um abração, amigo.

Rute disse...

Bom dia querido amigo, que esse anjo perdido traga logo amor que merece
beijos

Rô... disse...

oi meu querido,

o bom é que anjos,
tem um poder de recuperação
como ninguém,
logo mais estará
totalmente refeito...
afinal,
anjos são anjos...
lindo!

beijinhos

Aleatoriamente disse...

Poeta, como sempre me encanto neste lugar poético.
Um poema tão meigo e intenso, muito lindo.

Beijinho Everson

Harlequin disse...

Thank you for your comments! Have a nice day! I send greetings from Czech Republic!

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Nossa...intensa poesia...linda e tão triste!
Beijos pra ti meu amigo!!
Tudo de bom!

Lau Milesi disse...

Linda poesia,poeta amigo.Falou em anjo ...e em asas...lembro logo do meu anjo, do meu "Sol".

Pra você e seus leitores:

"Cada um de nós é um anjo com apenas um asa e só podemos voar se acolhermos uns aos outros". :)

(Luciano de Crescenzo)

Um beijo, amigo, bom dia!!!

Simone butterfly disse...

Olá meu amigo é sempre uma alegria enorme quando aparece lá no meu cantinho, deixando a sua marca, desde já peço o seu voto, lá no blog da Aninha. Desde já agradeço, beijos

lita duarte disse...

Bom dia.

Bjos.

✿ chica disse...

Pobre anjo...Lindo! abração,chica

Dja disse...

Tadinho do anjo.


Beijos querido.

Anne Lieri disse...

Triste,mas muito bonito seu poema!Um anjo sem rumo...comovente e apaixonado!Bjs,

Batalhadora disse...

Bom dia,Everson!Lindos versos,mas a tristeza cortou meu coração,mas há momentos que nada parece fazer o menor sentido mesmo,mas é só uma fase quando e onde tu menos aparece aparecerá alguém apra dar mais vida e cor aos teus dias, vai por mim...
Beijosss

Malu disse...

às vezes encontramos estes frágeis anjos pelo nosso caminho, mas devemos tomar cuidado porque nem sempre são tão desamparados assim... Podem serem perigosos também...
Lindo poema.
Abraços

Flor de Lótus disse...

Aff,nem tinha me ligado desse detalhe.Geralmente as pessoas não se ligam,até porque as fotos são propositadamente bem diferentes,bom agora tu conhece um outro lado da flor de Lotus,kkk.
Beijosss

Tais disse...

Obrigada amigo poeta dia lindo lindo pra vc tb...E sua poesia como sempre esta perfeita...Bjos.
decorehouse

Pena disse...

Notável e Precioso Poeta Amigo:
"...Asa quebrada
Onde estará seu amor
Porque nessa jornada
Só terá tristeza e dor..."

Por vezes, o amor provoca desencanto e sofrimento pela dor da saudade de quem ama.
Parabéns sinceros. Excelente poema significativo e brilhante do seu sentir de deslumbre.
Fiquei feliz com a sua visita ao meu blogue.
Abraço amigo ao seu prodigioso sentimento pelas suas visitantes extraordinárias ou você não fosse o poeta amigo do amor delas.
Com respeito e gratidão.
Sempre a admirá-lo pelo que concebe de majestoso e perfeito.

pena

Daniel Costa disse...

Everson
O poema é belos, os nosss dias, como os "dela", por vezes exigem que haja novo alvorecer.
Abraço fraterno

Bandys disse...

Quer saber?
Essa Cazuza gravaria com certeza, hahaha achei a cara dele!
Adorei.

Ah esses anjos!!! Que de anjos não tem nada.

Aqui sol, quer a prancha emprestada?

Beijos Everson e um dia de luz.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Bom tarde,amigo!
Bonitos e profundos esses versos.Os anjos da alegria sempre aparece pra mandar essa tristeza pra longe. Beijos no teu coração amigo meu poeta.Ótimo dia!

Ana Casada disse...

querido essa poesia serve pra Borboletinha ruiva..ela tah com a asinha quebrada...mas acho que no amor tah tudo bem...rss

bjocas

ana casada

Desnuda disse...

Querido amigo,

Viver sem amor é realmente fazer da vida uma jornada de tristeza e dor. Bela poesia.


Carinhoso beijo e lindo fim de semana!

Lilá(s) disse...

Tão triste mas, tão bonita esta poesia!
Bjs

edumanes disse...

Para não se magoar
Não se deixe cair
Na leveza de um olhar
Seu distinto seguir
Amor destrambelhado
Não desejar construir
Viver feliz e abraçado
Ao mundo a fluir.

Seus poemas todos são maravilhosos.

Desejo uma boa tarde para você
meu amigo Everson.

Um abraço
Eduardo

Evanir disse...

" Venha prestigiar o novo autor no CLUBE DOS NOVOS AUTORES;
para participar do sorteio dos livros, basta seguir o blog e comentar;
quanto mais você comentar, mais chances tem de ganhar!"
Obrigada por seguir-nos!
Evanir
Relações Públicas
do CLUBE DOS NOVOS AUTORES
http://clubnovosautores.blogspot.com/

Pat. disse...

Podemos até cair, mas temos que nos levantar.
:)*

Evanir disse...

Querido filho já deixei um conte sera uma alegria poder contar com suas visitas.
Quero um caminhar juntos quem sabe quem vai comentar mais.
Meu filho você é um referencial como poeta e como ser humano.
Deus abençoe sua tarde beijos da mãezinha.
Evanir

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Everson. A poesia é linda, e faz parte da vida o anjo quebrar as suas asas, porém, é muito bom que tenha ao lado dele, outro anjo para diminuir a sua dor!
Um beijo grande, tenha um dia lindo e abençoado, e fique com Deus!

Yasmine Lemos disse...

Um anjo sofrido é triste demais.
beijo meu amigo
uma tarde de paz

ValeriaC disse...

Que tristeza meu querido... meigo demais seus versos... ah...espero que este anjo se recupere e ainda seja feliz...
Beijinhos...
Valéria

Vera Lúcia disse...

Olá Everson,
Sem amor a jornada é mesmo triste e sem cor. Mas logo o triste anjo estará restabelecido e amando novamente.
Bjs.

Flor de Jasmim disse...

Lindo!!! Massempre triste meu amigo.
Beijinho

Rosemildo Sales Furtado disse...

Em pouco tempo a regeneração da asa acontecerá e o amor logo será encontrado.

Abraços e boa tarde pra ti.

Furtado.

Ivana disse...

Em tudo que faz mostra o quanto bom e generoso é seu coração. Chegou cedinho hoje com todo seu carinho. Bjo

★Isa Mar disse...

Oi amigo, passando pra te desejar um lindo fim de tarde, beijos

MARILENE disse...

Nem os anjos podem perder as asas. Todos necessitamos manter a capacidade de voar.

Bjs.

Assis Freitas disse...

anjos recompõem-se de asas,



abraço

. disse...

Everson, este poema é muito profundo. Uma escolha que se transforma em ser… Gosto muito do género!!!! Um abraço deste teu amigo

AFRICA EM POESIA disse...

Everson

ao som da tua música e da poesia


um beijinho

Guma Kimbanda disse...

Olá Everson,

Respirando tua poesia e sentindo.
Com a mesma leveza que esse anjo pousou, se irá reerguer.

Kandandos

OceanoAzul.Sonhos disse...

Que as asas voltem a ter força para voar, no sonho que comanda a vida.

Lindo poema meu amigo.
abraço
oa.s

Machado de Carlos disse...

Boa Noite, Amigo!

Muita Paz para Você!

“Com a pele suada pelo tempo, chegou o anjo lá do infinito. Havia uma leveza em suas asas. Com os gritos ela inda clamava pela Paz, apesar da sua asa quebrada que sangrava. Rezamos para que o amor chegue, e, ela possa seguir, livremente vencendo a sua jornada.”

Carmem L Vilanova disse...

Amigo Everson,
Acredito que quando se encontra o amor verdadeiro, já não existe a trieteza, nem a dor... e ainda com asas quebradas, a vida pode ser plena em felicidade, já que nem tudo pode ser perfeito realmente!
Gostei muito, meu amigo!
Beijos, flroes e muitos sorrisos!

Amapola disse...

Ah... querido Poeta!!

Muitos já caíram assim, e infelizmente cairão.

Beijos.

Paula Barros disse...

O amor...podia escrever muito. Mas sei tão pouco sobre o amor. Sobre o dar e o receber. O esperar, ou se lançar.
O amor, sempre rendendo belos poemas. Por excesso, por falta. Poetar sempre.

beijo

 
Web Analytics